domingo, abril 22

O Senhor dos Anéis - "never ending story"

Recentemente passei por uma fase em que lia um livro por semana - mais coisa, menos coisa. Espantavam-se quando, poucos dias depois de começar a ler um livro, já tinha outro na mala. Não é algo que eu tente fazer, nem tampouco de que me orgulhe de fazer...é simplesmente um facto: eu devoro os livros. E teria continuado a devorá-los, não tivesse ocorrido algo que veio mudar toda a minha realidade. Ele chama-se "O Senhor dos Anéis - A Irmandade do Anel" e eu estou a demorar séculos a acabá-lo!

Será por não gostar do livro? 
Não. Acho a história bastante interessante. 
Será complicado? Não, acompanha-se bem. 
Ando a dormir pouco? Também não...durmo as horas suficientes.

Não sei. Nos últimos dias consegui retomar o meu ritmo "normal" (mais ou menos) e já vou a mais de meio do livro...mas agora dou por mim a pensar: será que devo ler a trilogia?

Talvez devesse ler a versão em inglês - as traduções são bastante cruéis com a verdadeira essência e talento dos autores.
Ou então não ando nos meus melhores dias - e quanto a isso, não tenho a menor dúvida. 
Outro factor: o sono. Não podemos sequer colocar a hipótese de ler "O Senhor dos Anéis", quando estamos a morrer de sono...é preciso estarmos ali, presentes na história.

De qualquer forma, recomendo vivamente este livro. É mágico. Não dêem importância aos meus devaneios. Desvantagem? Faz-nos querer sair deste mundo para aquele criado por Tolkien. 

(E isso, por si só, constitui uma grande vantagem. Não é esse o destino que procuramos quando nos perdemos na leitura? Entrar noutra realidade?)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email