terça-feira, maio 14

A precariedade da blogosfera

Não.  Não vou falar da precariedade na vida profissional dos jovens da actualidade. Convivo com isso todos os dias, é provavelmente um assunto sobre o qual ainda me debruçarei, mas hoje, não é o dia.


Falo da precariedade da blogosfera. Enquanto que este espaço é relativamente recente, tempos houve em que eu escrevia diariamente num blogue. Em que, inclusivé, já pertencia a uma pequena comunidade na blogosfera. Depois de cerca de 2 ou 3 anos a escrever nesse espaço, acabei por imprimi-lo e encaderná-lo - pedaço de folhas esse, que guardo religiosamente - e fechei o blogue. Agora, passados anos, fui à procura das páginas que seguia na altura, da tal "pequena comunidade" da qual fazia parte, com tanto orgulho. Deparei-me com uma série de páginas deixadas ao abandono. Nem um post-it, nem um cartaz a dizer "mudámo-nos para endereço x"...nada. Tal e qual como eu fiz na altura. Abandonei-os, sem quê nem porquê. E eis que se torna impossível recuperar aquelas leituras às quais me dedicava durante horas a fio.

Talvez esteja na altura de começar de novo. De encontrar uma nova blogosfera. Mas, tal como um círculo de amigos que se perde, já não vai ser a mesma coisa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email